Sapiens – Uma Breve História da Humanidade
Yuval Noah Harari

A Taxonomia é o ramo da biologia e da botânica responsável por descrever, identificar e classificar os seres vivos. A classificação é feita com base nas características fisiológicas, evolutivas, anatômicas e ecológicas. As principais características taxonômicas são: reino, filo, classe, ordem, família, gênero e espécie. Nós, humanos, estamos classificados no reino Animalia, no filo Chordata, na classe Mammalia, na ordem dos Primatas, na família dos Hominidae, no gênero Homo e na espécie sapiens. Surgimos na África Oriental há cerca de 2,5 milhões de anos a partir de um gênero de primatas chamado Australopithecus. Um grupo de organismos que se reproduzem entre si e são capazes de produzir descendentes férteis é considerada uma espécie, contudo, não se surpreenda com a possibilidade … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Yuval Noah Harari | Deixe um comentário

1968, O Ano Que Não Terminou
Zuenir Ventura

A Marcha da Família com Deus pela Liberdade na qual a população brasileira resistiu à implantação do regime comunista no Brasil amparou a chegada dos militares no poder, em 1964. Em contraponto, o Comício pelas Diretas Já, ocorrido em 16 de abril de 1984, que reuniu, em São Paulo, mais de um milhão de pessoas lutou por uma reforma constitucional que permitisse aos brasileiros escolherem, pelo voto direto, os seus representantes. Antes do comício muitos movimentos sacudiram a vida social e política no Brasil, contudo, um ato estudantil conhecido como Passeata dos 100 Mil, no dia 26 de junho de 1968, figurou como uma das mais importantes manifestações de protesto à ditadura vigente no momento. Os movimentos sociais e políticos … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Zuenir Ventura | Deixe um comentário

A Morte e a Morte de Quincas Berro D’agua
Jorge Amado

Joaquim Soares da Cunha, conhecido pela alcunha de Quincas Berro D’Agua por ter berrado, no Mercado Modelo, após engolir um copo cheio de cachaça, foi funcionário público e ao se aposentar decidiu abandonar a família por não suportar as pressões da mulher e da filha. Cercado de amigos que conquistou nos ambientes mais promíscuos da cidade de Salvador manteve uma vida intensa de boemia e ficou conhecido como Rei dos Vagabundos da Bahia. Por sua habitualidade ficou conhecido e adorado nos puteiros mais famosos da cidade, terminou morrendo em um deles. Enquanto Vanda, sua filha, pensou em levar o corpo do pai para casa e realizar um velório à altura da importância social da família, seu esposo procurou demovê-la da ideia … [ Continue lendo ]

Tags Jorge Amado, Resenha | Deixe um comentário

Pergunte ao pó
John Fante

O protagonista é um jovem de 20 anos que queria ser escritor. Apesar das dificuldades financeiras, que o impelia a viver em um hotel chinfrim na cidade de Los Angeles, não perdia a empáfia por considera-se inteligente e digno de sucesso por ter escrito o conto “O Cachorrinho Riu”. Distribuía gratuitamente o seu primeiro trabalho e colocava exemplares em locais públicos para, desta forma, tornar-se conhecido e prestigiado. Apesar dos esforços, a situação de quase anonimato perdurou mantendo-o em dificuldade financeira. Arturo Bandini queria escrever sobre a vida e o amor, contudo, a pouca experiência dificultava o desenvolvimento dos temas, até se apaixonar por uma garçonete mexicana, Camilla Lopez, e por ela ser rechaçado. Passou a tratá-la de forma preconceituosa … [ Continue lendo ]

Tags John Fante, Resenha | Deixe um comentário

A morte feliz
Albert Camus

Patrice Mersault conhece a datilógrafa Marthe. Começam um relacionamento e se envolvem em uma relação conveniente revelando-se um amante silencioso e pouco exigente. No cinema, após uma cena de ciúme, ela revela ter outros relacionamentos e cita Roland Zagreus, que vivia em uma cadeira de roda por ter as pernas cortadas, como um dos amantes preferidos. Patrice Mersault fica curioso e pede a Marthe que o apresente. No primeiro encontro entre os dois amantes de Marthe o protagonista mostrou-se desconfortável, contudo, Roland Zagreus consegue suavizar o incomodo do visitante mantendo o foco da conversa em elogios à moça e busca tornar Patrice Mersault um cúmplice. Atenuado o incomodo Roland Zagreus provoca Patrice Mersault: “Está com um ar cansado — disse. … [ Continue lendo ]

Tags Albert Camus, Resenha | Deixe um comentário

Fantasma
Luiz Alfredo Garcia-Roza

O texto fala sobre um misterioso crime cometido na avenida Copacabana, Rio de Janeiro, cuja provável testemunha era Princesa, uma pacata e fantasiosa moradora de rua. Por ter sido saqueado, após a morte – se é que alguém pode ser roubado depois de se tornar defunto – o delegado Espinosa tentou convencer a sonhadora Princesa ajudá-lo a desvendar o crime, já que a identificação do morto ficou impossibilitada de ser realizada. Ocorre que a celeridade desejada pelo delegado não encontrou respaldo na provável testemunha. A cada contato Princesa transformava a história do crime revelando uma nova paixão e quanto mais o tempo passava o delegado Espinhosa e sua equipe perdiam o rumo das investigações. “…Delegado Espinosa? — Bom dia, Welber … [ Continue lendo ]

Tags Luiz Alfredo Garcia-Roza, Resenha | Deixe um comentário

Holocausto brasileiro
Daniela Arbex

O texto denuncia a história do Colônia, considerado o maior hospício existente no Brasil, localizado no município de Barbacena. A cidade que recebeu a unidade hospitalar como prêmio lenitivo por ter perdido a disputa com Belo Horizonte para sediar a capital do estado de Minas Gerais ganhou a denominação de capital da loucura. A exemplo do que ocorria com os judeus nos campos de concentração nazistas de Auschwitz, o Colônia recebia pessoas de todo o país em vagões de trem, ônibus e viaturas policiais, pelos mais diversos motivos. “Os recém-chegados à estação do Colônia eram levados para o setor de triagem. Lá, os novatos viam-se separados por sexo, idade e características físicas. Eram obrigados a entregar seus pertences, mesmo que … [ Continue lendo ]

Tags Daniela Arbex, Resenha | Deixe um comentário

O Poder do Agora
Eckhart Tolle

O texto é desenvolvido com base na afirmação filosófica de que o passado e o futuro não existem. A clareza como o autor desenvolve o tema permite a reflexão sobre questões que levam o indivíduo a assumir a vida que não é a sua, imaginando retroceder no passado e projetando um futuro inexistente. Ou seja; uma realidade distorcida do Agora. As mudanças sugeridas, certamente, influenciarão na percepção de novos valores, responsáveis pela alteração nos relacionamentos e no bem-estar das pessoas. Este estado de espírito é inibido devido à obscuridade imposta pelo ego. Quantas vezes já ouvimos das pessoas que nos cercam a citação a respeito do Agora? São muitas as justificativas para alteração do comportamento a respeito do futuro. Algumas … [ Continue lendo ]

Tags Eckhart Tolle, Resenha | Deixe um comentário

Auto-engano
Eduardo Giannetti

O autor nos instiga a refletir sobre o universo subjetivo e a relação intima que o ser humano trava consigo mesmo derivando na prática de ações e entendimentos fictícios, que levam ao autoengano e terminam por fortalecer e sustentar situações que contribuem para o bem-estar psicológico e social. Toma por base a defesa exercida por seres da natureza para exemplificar as armadilhas, praticadas por plantas e animais, objetivando a preservação das espécies, muitas das quais conduzem à prática do autoengano na forma devastadora, a exemplo das doenças auto degenerativas. Lembra, também, sobre o uso de medicamentos como forma de enganar os organismos e terminam por inibir a realidade dos fatos, a exemplo do uso de analgésico e anticoncepcionais. O autoengano … [ Continue lendo ]

Tags Eduardo Giannetti, Resenha | Deixe um comentário

O homem duplicado
José Saramago

A narrativa começa quando o professor de História, Tertuliano Máximo Afonso, atende à sugestão de um colega e decide por alugar um filme. Ao assistir a película, cujo objetivo era ajuda-lo a sair da rotina, é surpreendido ao se identificar como sósia de um dos atores. Daí em diante conflitos psicológicos complexos, mais abrangentes que manifestações de apatia ou tristeza, começam a ser revelados. “…Não é para me meter na sua vida, dissera o de Matemática enquanto descascava uma laranja, mas de há uns tempos a esta parte encontro-o a modo que abatido, e Tertuliano Máximo Afonso confirmou, É verdade, tenho andado um pouco em baixo, Problemas de saúde, Não creio, tanto quanto posso saber não estou doente, o que … [ Continue lendo ]

Tags José Saramago, Resenha | Deixe um comentário