Dom Quixote de La Mancha
– Miguel de Cervantes –

Dom Quixote de La Mancha escrito por Miguel de Cervantes é considerada uma obra monumental, não só pela linguística exuberante e desafiadora, mas, também, pelo registro de conceitos e valores de uma época onde havia carência de leis. Imperavam à época aspectos morais e éticos definidos por uma sociedade monarca e burguesa. Afinal, estamos falando da Espanha no século XVII. Cervantes enfrentou muitos desafios dentre os quais um duelo aos 22 anos, a batalha de Lepanto, e um sequestro seguido de prisão em Argel. Concluiu a primeira parte da obra em 1605 e publicou a segunda parte em 1615, um ano antes da sua morte. Na segunda parte da obra decide por mata o herói protagonista para evitar a continuidade … [ Continue lendo ]

Tags Miguel de Cervantes, Resenha, Uncategorized | Deixe um comentário

Freakonomics
– Steven David Levitt –

A metodologia excêntrica para análise econômica exposta por Steven D. Levitt em seu livro Freakonomics é inusitada. Parte do exame de questões bem formalizadas na busca de respostas que possam ajudar a sociedade desvendar situações – aparentemente desconectadas com a problemática estabelecida – que influenciam diretamente no resultado econômico. Como elaborar perguntas… “Seria tolo argumentar que a sabedoria convencional nunca é verdadeira, mas perceber onde ela pode ser falsa — percebendo, quem sabe, os indícios de um raciocínio apressado ou interesseiro — é um bom ponto de partida para elaborar perguntas.” Como fazer boas perguntas? “O simples fato de uma pergunta nunca ter sido feita antes não lhe confere qualidade. Gente inteligente vem perguntando há séculos, mas muitas perguntas que jamais … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Steven David Levitt | Deixe um comentário

Madame Bovary
– Gustave Flaubert –

Uma mulher bonita e atraente, filha de uma família burguesa do interior da França, foi educada em um convento devido ao falecimento da sua mãe. O fácil acesso e o gosto pela literatura a fez idealizar um estilo de vida fora da realidade interiorana. Casou-se com um médico, com pouca experiência profissional, que procurava satisfaze-la a todas as suas vontades, contudo, quanto mais concessões lhe eram feitas maior a rejeição e o desinteresse na relação conjugal. Angustiada, por ambicionar uma relação amorosa mais intensa, a protagonista procurava no adultério a liberdade, o prazer e a materialização das suas fantasias literárias. A incansável busca da relação que preenchesse suas carências afetivas lhe rendeu uma vida sofrida e cheia de decepções. Crítica … [ Continue lendo ]

Tags Gustave Flaubert, Resenha | Deixe um comentário

Sapiens – Uma Breve História da Humanidade
Yuval Noah Harari

O livro escrito em linguagem simples, direta e sem rodeios traz um tema interessantíssimo. Trata-se de um estudo da história da humanidade, com um conteúdo perturbador, atribuindo ao leitor questionamentos sobre valores, comportamentos, crenças e o futuro da humanidade. O trabalho desperta para uma reflexão sobre a origem do Homo sapiens e o prejuízo que a espécie causou e continuará causando na interação com a natureza. Retrata a evolução desde a Idade da Pedra até a Revolução Tecnológica e Política, no mundo atual. Capacidade cognitiva Ao que nos parece, pelo fato de possuirmos capacidade cognitiva, nossa espécie foi responsável pela extinção de outras espécies de Homo nos últimos 50 mil anos, a exemplo das Homo soloensis, denisova e neandertal. Nossa … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Yuval Noah Harari | Deixe um comentário

A Metamorfose
Franz Kafka

É considerada uma das obras literárias mais importantes do século vinte. O autor convida o leitor a acompanhar os sentimentos de Gregor Samsa, caixeiro viajante, surpreendido, ao acordar, com o corpo na forma de um inseto.   Metamofoseado Gregor Samsa, metamorfoseado em inseto, pensa e sente como humano enquanto a sua família, diante da situação inesperada, demonstra sentimentos de repulsa e desconforto. O surrealismo escolhido por Kafka para discutir um tema de extrema profundidade alcança objetividade clara e direta no momento que o leitor embarca no conceito filosófico da obra. O leitor é surpreendido, logo no início do texto, ao ser informado que o protagonista foi transformado em um inseto. Nada mais surreal para início de uma conversa! A curiosidade impera e ajuda a … [ Continue lendo ]

Tags Franz Kafka, Resenha | 10 Comentários

1968, O Ano Que Não Terminou
Zuenir Ventura

A Marcha da Família com Deus pela Liberdade na qual a população brasileira resistiu à implantação do regime comunista no Brasil amparou a chegada dos militares no poder, em 1964. Em contraponto, o Comício pelas Diretas Já, ocorrido em 16 de abril de 1984, que reuniu, em São Paulo, mais de um milhão de pessoas lutou por uma reforma constitucional que permitisse aos brasileiros escolherem, pelo voto direto, os seus representantes. Antes do comício muitos movimentos sacudiram a vida social e política no Brasil, contudo, um ato estudantil conhecido como Passeata dos 100 Mil, no dia 26 de junho de 1968, figurou como uma das mais importantes manifestações de protesto à ditadura vigente no momento. Os movimentos sociais e políticos … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Zuenir Ventura | Deixe um comentário

Os Irmãos Karamázov
Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski

Os Irmãos Karamázov é considerada, por muitos estudiosos, uma obra-prima da literatura mundial. Trata-se do último romance escritor por Dostoiévski. Há quem afirme que apesar das suas novecentos e noventa e nove páginas (editora 34) é uma obra inacabada. A história tem como pano de fundo uma cidade russa e aborda os conflitos entre quatro irmãos, filhos do mesmo pai com três mulheres. Fiódor Pavlovitch Karamázov, o pai de Dmitri, Ivan, Alieksêi e do bastardo Pável, era um homem avarento, egoísta, depravado, sem princípios éticos e morais. Adquiriu a sua fortuna através de dotes de suas esposas Adelaída e Sófia. Conflitos Dimitri, único filho de Karamázov com Adelaída, criado por um primo de sua mãe, requereu a sua parte na herança … [ Continue lendo ]

Tags Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski, Resenha | Deixe um comentário

1984
George Orwell

A mais renomada obra do inglês George Orwell fala de um presente no futuro. Para compreendê-la é necessário recorrer a algum fatos histórico dos sistemas políticos, contraditórios e ao mesmo tempo convergentes, quanto ao totalitarismo usado na União Soviética e na Alemanha. Stalin e Hitler se completavam, apoiados por grande parte da população. Os que não compartilhavam das suas ideias foram enxotados, executados, deportados, presos ou submetidos a privações. A obra cujo título seria 1948, ano em que foi escrita, por exigência dos editores, foi alterada para 1984. Ou seja, o presente tornou-se futuro. As observações a respeito dos acontecimentos, apresentados como ficção, resumem o descontentamento do autor a respeito das formas como os seres humanos eram tratados pelas grandes … [ Continue lendo ]

Tags George Orwell, Resenha | 3 Comentários

O amor nos tempos do cólera
Gabriel García Márquez

  O autor transforma a história da vida dos pais em um romance.   O cenário da cidade de Cartagena de lás Índias foi o escolhido para enriquecer a narrativa que retrata o sentimento de insatisfação diante do fracasso amoroso, os valores sociais e os efeitos do cólera. Trata, também, da devastação da natureza, das dificuldades nas relações conjugais e da rejeição ao processo de envelhecimento. A história Aos dezoito anos, Florentino Azira, filho de uma aliança ocasional entre Trânsito Azira e Pio Quinto, encanta-se por Fermina Daza, filha de um inescrupuloso comerciante. O comerciante tinha planos de casar a filha com uma pessoa de projeção social fato que conflitou com os interesses dos amantes.   Apesar das ações do pai … [ Continue lendo ]

Tags Gabriel García Márquez, Resenha | Deixe um comentário

O Mito de Sísifo
Albert Camus

Camus utilizou-se de Sísifo, personagem da mitologia grega, para centralizar questionamentos filosóficos na busca da percepção da vida e o determinismo de responsabilidade das ações que possam nortear o caminhar do homem no sentido metafísico e nas relações interpessoais.     Mitologia grega Sísifo age de forma talentosa e consegue amenizar a fúria de Zeus, rei dos deuses, quando ordenou Tânatus, deus da morte, a levá-lo ao mundo subterrâneo. Ele elogia a sua beleza e obtém a concordância de Tânatus para colocar um colar em seu pescoço, com o qual manteve a morte aprisionada. Hades, que governava o mundo subterrâneo dos mortos, se uniu a Ares, deus das guerras, e fisgou Sísifo, que antes de se afastar da mulher pediu … [ Continue lendo ]

Tags Albert Camus, Resenha | 1 Comentário