Categoria: Irvin D. Yalom

Quando Nietzsche Chorou
Irvin D. Yalom

O doutor Josef Breuer, médico, casado com Mathilde, filha de uma rica família, e o importante filósofo alemão Friedrich Wilhelm Nietzsche, apaixonado pela atraente russa Lou Salomé, amargam duelos de titãs, cujos ensinamentos foram absorvidos por Freud, amigo, confidente e discípulo do médico. Apesar de pouco interesse que tinha por Nietzsche, Salomé percebeu, nele, conflitos existenciais que poderiam levá-lo ao suicídio. Enxaquecas Escreveu ao doutor Breuer, para convencê-lo a tratar das enxaquecas do filósofo. Breuer fez algumas exigências e terminou se encontrando com Salomé, em Veneza, para discutirem a estratégia da consulta, já que Nietzsche não poderia saber o que estava sendo arquitetado. Essa articulação resultou no envolvimento do conceituado médico com Salomé. Conhecendo a filosofia Sem conhecer Nietzsche, o … [ Continue lendo ]

Tags Irvin D. Yalom, Resenha | 3 Comentários

Mãe e o sentido da vida
Irvin D. Yalom

O autor narra seis situações de psicoterapias voltadas para questões de pacientes com dificuldades de relacionamentos, medo da morte e sentimentos de perdas. O texto entrelaça o envolvimento do psiquiatra com revelações autobiográficas a respeito das dificuldades, na infância, que interferiram na relação com a sua mãe. Angustia e sofrimento As simbologias reveladas nos sonhos são usadas para indagações e busca de sentido do sofrimento, na tentativa de encaminhar mudança comportamental que possa minimizar a angustia dos pacientes. Ao escrever Quando Nietzsche chorou, Irvin, criou um embate entre o doutor Josef Breuer e o filósofo Friedrich Nietzsche. Agora, no texto em questão, o autor relata um embate contundente entre ele e uma paciente, médica, que resolveu competir e interagir no … [ Continue lendo ]

Tags Irvin D. Yalom, Resenha | 1 Comentário

De frente para o sol
Irvin D. Yalom

O que nos leva a uma fonte inesgotável de ideias e a independência do pensamento é a boa saúde e a riqueza intelectual. Distorção dos fatos A perturbação, causada pela interpretação que fazemos das coisas, pode distorcer o fato, já que o mesmo tema é analisado e sentido de várias formas por diferentes pessoas. Um olhar para a morte, sem hesitação, constitui a mensagem de Irvin D. Yalom, que sugere a necessidade de analisá-la com a mesma independência que temos para confrontar outros medos. A negação da morte nos impõe uma cobrança elevada e traz como consequência o encolhimento da vida interior, o ofuscamento da visão e o achatamento da racionalidade. Negação da finitude Quanto mais se fracassa em viver, … [ Continue lendo ]

Tags Irvin D. Yalom, Resenha | 1 Comentário
@ 2017 Os Livros - Resenhas e Resumos de Livros