João de Gilu
– Paulo Maciel

O romance de uma família, escrito por Paulo Maciel, conta as aventuras de um vaqueiro, empregado de uma fazenda na região do Rio São Francisco, próximo à cidade de Juazeiro no estado da Bahia. Ainda criança, o autor escolheu como ídolo o personagem que deu título ao livro e decidiu homenageá-lo. Não teria ocorrido o fato se ele não tivesse mantido os valores e princípios de reconhecimento profissional, que o diferenciou de muitos executivos. Não bastasse dedicar um espaço razoável para contar a história do homem simples que cumprira suas tarefas montado em um jegue, o autor o colocou como título da sua obra. Ratificando, desta forma, o respeito que tinha pelo trabalho, independente da importância social, política e intelectual … [ Continue lendo ]

Tags Paulo Maciel, Resenha | Deixe um comentário

Muito longe de casa
– Ishmael Beah

A narrativa conta as dificuldades da guerra civil em Serra Leoa. Parte da história O protagonista, Saidu, em um dos vários momentos que fugiam da perseguição dos rebeldes. “Quantas vezes mais vamos ter que enfrentar a morte até encontrarmos segurança? (…) Toda vez que somos perseguidos por gente que quer nos matar, fecho os olhos e espero pela morte. Apesar de ainda estar vivo, sinto como se, a cada vez que aceito a morte, parte de mim morresse. Muito em breve eu vou morrer completamente e tudo que sobrar de mim será meu corpo vazio, andando com vocês. Ele será mais silencioso do que eu”. Crianças e adolescentes fugiam, sem sucesso, de uma guerra que não criaram e terminaram em combate, … [ Continue lendo ]

Tags Ishmael Beah, Resenha | Deixe um comentário

O Ano de 1993
– José Saramago

As citações de Saramago, escritas em 1975, referindo-se ao que poderia ocorrer no Ano de 1993, tangenciam o entendimento e a realidade contrapondo com a contestação religiosa e política. Revolução dos Cravos e outras coisas É bom lembrar que no ano que antecedeu a narrativa ocorreu a Revolução dos Cravos, responsável por derrubar a ditadura Salazar, que era inspirada no fascismo. Certamente, este fato deve ter motivado o escritor a imaginar o que aconteceria após o conhecido dia D. De tudo tem um pouco: comparação de ambiente a obra do pintor surrealista Salvador Dali; referências comparativas a citações bíblicas; alusões a animais movidos por energia desconhecida; habitantes pichados com números, a exemplo dos prisioneiros em campos de concentração. Não há … [ Continue lendo ]

Tags José Saramago, Resenha | 2 Comentários