Risíveis Amores
– Milan Kundera

O livro aborda situações ridículas sobre o amor. Aliás, nada do foi escrito nos sete contos, que compõem o texto, é surpresa para a maioria dos leitores, contudo, a forma como são narradas as histórias desperta o interesse das relações. Enganado parceiros Os sete contos possibilitam uma abrangência no entendimento das relações pessoais, que, muitas das vezes, leva os atores a tentarem ludibriar os parceiros assumindo uma forma amoldada e conveniente, com vistas a despertar o interesse daqueles que figuram como propensas presas. As surpresas aparecem quando percebemos que, nas relações, os ludibriados também são ludibriadores. “Bem, pensava eu, Martin é prisioneiro de sua ilusão, mas e eu? E eu? Por que lhe faço companhia neste jogo ridículo? Eu, que sei … [ Continue lendo ]

Tags Milan Kundera, Resenha | Deixe um comentário

Antes, o Verão
– Carlos Heitor Cony

O protagonista estabelece uma relação com a filha de um bem sucedido empresário, que tenta subjuga-lo. Convence a sua esposa, Maria Clara, a manter-se afastada dos negócios da família e decide construir uma vida independente. Jantar, sal e toalha As inúmeras críticas do supersticioso sogro estimularam uma acirrada competição, sempre acomodada pela leniência da sua esposa. “Uma noite, durante o jantar, pedira o saleiro para temperar a salada, a copeira enchera demais o vidrinho, ao retirar a tampa ele deixara cair uma meia-lua de sal sobre a toalha. Bastou isso. O velho, apoplético, abandonara a cabeceira, viera com o guardanapo catar o sal, esfregar a faca na toalha, até puí-la. Depois, comandou a família na retirada da toalha, houve polêmica … [ Continue lendo ]

Tags Carlos Heitor Cony, Resenha | Deixe um comentário

A Confraria dos Espadas
– Rubem Fonseca

Um livro de contos que aborda as relações humanas, as distorções de conceitos morais e éticos, as conveniências sociais, além do preconcebido machismo dos pseudointelectuais. O texto agrada e diverte pela construção de personagens, aparentemente ingênuas, enriquecidas de detalhes que lembram histórias e fatos do cotidiano. Córneas, fígado, rins e pulmões Rubem dá um show na construção dos contos, com destaque para Anjos das marquises. “O senhor não sabe como estou feliz com a decisão de vocês, disse Paiva, aproximando-se da ambulância e verificando que não havia em toda ela nem letras nem números que a identificassem. Paiva caminhou pelo corredor, agora acompanhado também de dois enfermeiros. Ao chegarem à pequena enfermaria ficou impressionado com a limpeza do local, como já … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Rubem Fonseca | Deixe um comentário

Do Universo à Jabuticaba
– Rubem Alves

O texto registra fragmentos de observações, pensamentos, experiências e conceitos do dia a dia do autor, catalogados por temas do cotidiano e pensamentos filosóficos. Contextualizar as pequenas crônicas que tomam forma de um ensaio é sujeitar-se a um risco exagerado, até porque, os temas atingirão de forma diferente cada leitor. Discorrer sobre a narrativa compromete a qualidade, afinal, são fragmentos da observação de um importante intelectual brasileiro que, com singeleza, nos brinda com muitos ensinamentos. As fases da vida “MINHA VIDA (…) se divide em três fases. Na primeira, meu mundo era do tamanho do universo e era habitado por deuses, verdades e absolutos. Na segunda fase meu mundo encolheu, ficou mais modesto e passou a ser habitado por heróis revolucionários … [ Continue lendo ]

Tags Resenha, Rubem Alves | Deixe um comentário

Adeus, Aposentadoria
– Gustavo Cerbasi

O texto chama a atenção para a importância do planejamento financeiro, com vistas a possibilitar melhor condição de vida, não só ao que se refere o provimento das necessidades básicas do indivíduo – que são alteradas com a faixa etária – mas, também, ao seu conforto psicológico. Considerar a expectativa criada por uma poupança crescente, adequada e suficiente para formação de um patrimônio que promova a subsistência, sem dependência de terceiros ou políticas governamentais, em momento considerado difícil da vida, deve ser levada em consideração no planejamento da aposentadoria. Outro olhar sobre aposentadoria O autor arrebenta o conceito tradicional de aposentadoria inquerindo o leitor a vislumbrar outras formas de preservar o consumo e o poder de compra. “Cuidar bem do … [ Continue lendo ]

Tags Gustavo Cerbasi, Resenha | Deixe um comentário

O Irmão Alemão
– Chico Buarque de Hollanda

O texto recria uma história com base em correspondências trocadas entre a alemã Anne Margerithe Ernst e o historiador Sergio Buarque de Hollanda, que tiveram um relacionamento entre 1929 e 1930. Sérgio foi convocado de volta ao Brasil, pelo jornal para o qual trabalhava, e deixou, na Alemanha, a namorada gravida de um filho que inicialmente recebeu o nome de Sergio Ernst. Adolfo Hitler e os judeus No governo do ditador Adolfo Hitler, Anne escreveu ao pai do menino solicitando documentos que comprovassem a inexistência de sangue judeu, na tentativa de salvá-lo da perseguição, aos judeus, pelo regime alemão à época. Por sua vez, Sergio de Hollanda tentou argumentar a dificuldade de comprovar a sua árvore genealógica devido à precariedade dos … [ Continue lendo ]

Tags Chico Buarque de Hollanda, Resenha | Deixe um comentário

Eu sou Malala
– Malala Yousafzai

O nome dado, em homenagem a uma heroína afegã que juntou-se ao exército no combate às forças anglo-indianas em 1880, e a liberdade concedida pelo pai para a busca do conhecimento estimulou Malala Yousafzai a sonhar com um país diferente. Não satisfeita com a própria liberdade resolveu defender o direito das mulheres afegãs a frequentarem escolas. Ainda muito jovem, a protagonista experimentou dois mundos antagônicos. Fundamentalismo O Afeganistão com histórico de guerras e conflitos, muitos dos quis estimulados por grandes potências mundiais e conceitos morais com base em uma ética religiosa fundamentalista, na qual exclui as mulheres do processo produtivo e cultural, e a Inglaterra que lhe serviu de abrigo após o atentado de manifestantes talibãs com o objetivo de … [ Continue lendo ]

Tags Malala Yousafzai, Resenha | Deixe um comentário

O Avião de Noé
– Fernando Vita

A história nos leva aos idos de 1958, época em que o autor completava dez anos. Certamente, muitos dos registros foram fisgados da memória, outros lhes foram repassados em cartas recebidas dos pais, quando lhes impuseram abandonar Todavia, aventurando-se, com mala e cuia, na capital da Bahia. Fernando Vita aborda, de forma hilária, mas com a intensidade merecida, temas que incomodam a população brasileira. Práticas clandestinas do fabrico de fogos de artifício “Destamanho pipoco em domingo incomum …contudo, em Todavia, e até mesmo em alguns pequenos sítios não dela tão próximos, todos os que sabiam ouvir com os ouvidos ouviram um estrondo da porra, vindo das margens plácidas do rio da Dona, na manhã daquele domingo, 13 de junho de … [ Continue lendo ]

Tags Fernando Vita, Resenha | Deixe um comentário

Tempos Extremos
– Miriam Azevedo de Almeida Leitão

O texto atrai a atenção do leitor do início ao fim da história. A forma que a autora desenvolve os dois temas – escravidão e ditadura militar – permeando-os no seio de uma família tradicional mineira, certamente, é inovadora e consistente. Tortura, sofrimento e desrespeito A narrativa liga ocorrências da história do país e exige reflexão sobre as aberrações praticadas pelos senhores proprietários de escravos, amparados por governos constituídos, e as torturas praticadas por forças repressoras, apoiadas por parte da população ludibriada por segmentos religiosos, sociais e políticos, que não esperavam, possivelmente, vivenciar momentos cruéis de coibição democrática. Apesar do distanciamento histórico, político, econômico e social existentes entre os dois fatos, certamente, eles se unem no contexto do sofrimento humano, … [ Continue lendo ]

Tags Miriam Azevedo de Almeida Leitão, Resenha | Deixe um comentário

A Casa dos Budas Ditosos – Luxúria
– João Ubaldo Ribeiro

O autor declarou, em entrevista, ter recebido um convite para escrever sobre um dos pecados capitais. A escolha da luxúria, possivelmente, foi levada por recordações fantasiosas vividas, na Bahia, por uma juventude inquietada devido aos movimentos liberais que questionavam valores sociais, políticos e religiosos. O uso de drogas estimulava a liberdade e liberalidade sexual que terminava com a prática de relações, muitas das vezes, voluptuosas. Recordar esses fatos serviu de estimulo para o autor da obra, narrada por uma protagonista que se dedicou aos prazeres do sexo. A linguagem utilizada pode aproximar-se da vulgaridade, contudo, altera-la para uma menos pornográfica, possivelmente, não atingiria o objetivo de retratar ambientes que beiram à promiscuidade, tampouco afrontaria as castas sociais mais puritanas, apesar … [ Continue lendo ]

Tags João Ubaldo Ribeiro, Resenha | Deixe um comentário