O Dicionário do português arcaico ou medieval é o resultado de um longo período de pesquisa sobre o espólio documental do português arcaico, cuja concepção contou com o suporte teórico-metodológico da lexicografia histórico-variacional e da filologia tradicional. Os corpora utilizados mereceram edições confiáveis e conservadoras de textos manuscritos e impressos, produzidos entre os séculos XIII e XVI e a organização lexicográfica pautou-se no esteio dos trabalhos precedentes, de mesma autoria, publicados em 2013 e em 2014, sob os títulos de Pequeno vocabulário do português arcaico e Dicionário etimológico do português arcaico, sob o selo de duas importantes editoras universitárias brasileiras, a Editora da Universidade de Brasília e a Editora da Universidade Federal da Bahia, respectivamente.

A presente obra, com mais de 7000 verbetes, é uma celebração à variação e à mudança linguísticas, de uma época em que ainda não se havia fixado uma norma de escrita, fazendo com que o registro da língua permitisse revelar possíveis normas de fala em uso social real. Os verbetes atendem a um sistema de remissão bastante prolífico e eficiente e apresentam, para além de uma rede de lemas principais, secundários e múltiplos, a classificação gramatical, a etimologia ou processo morfológico de formação de todas as unidades – com o emprego de indicadores simples e facilmente identificáveis durante a consulta –, registrando, ademais, fartas abonações, em especial de formas dos verbos, em todas as pessoas em que se puderam identificar flexões.
Destina-se a pesquisadores, professores, estudantes de pós-graduação e de graduação e ao público interessado, em geral, pela história da língua, pela variação e mudança linguísticas, pelo ensino do português, pela Idade Média, pela história das mentalidades, enfim.

Informações sobre o autor
Américo Venâncio Lopes Machado Filho – Doutor em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia [2004], com Pós-Doutorado na Universidade de Coimbra [2006], na Université Paris 13 [2010] e Estágio Sênior, durante 12 meses, na Universidade de Coimbra, com Bolsa da CAPES, de julho de 2017 a junho de 2018. É Professor Associado IV de Língua Portuguesa do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia. Desenvolve pesquisa na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: linguística, lexicografia histórica, história da língua portuguesa, português arcaico, edição de manuscritos medievais, com diversas obras publicadas. É membro de diversas associações científicas nacionais e estrangeiras. Lidera o grupo de pesquisas Nêmesis, que engloba o projeto Deparc [Dicionário Etimológico do Português Arcaico] e o projeto Dicionário Dialetal Brasileiro [DDB], associado ao projeto Atlas Linguístico do Brasil [ALiB]. Foi Coordenador Nacional de Área do Programa Nacional do Livro Didático [PNLD 2012 Dicionários], do MEC, bolsista em Produtividade em Pesquisa UFBA [PQ/UFBA], Editor de Linguística da Revista Estudos Linguísticos e Literários [ISSN 2176-4794] e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura da UFBA [01-2016/06-2017].

Referência bibliográfica

Machado Filho, Américo Venâncio Lopes
Novo Dicionário do Português Arcaico ou Medieval.2019.
697 p.
Língua: Português
ISBN-10: 1072697890
ISBN-13: 978-1072697893
1. Lingua portuguesa 2. Português Arcaico 3. Dicionário I. Título.