O protagonista da história, Jacob Jankowski, tem mais de 90 anos e é hospede em uma casa de repouso,

“A idade é um ladrão terrível. Justamente quando se começa a entender melhor a vida, a idade nocauteia suas pernas e arqueia suas costas. Ela traz dores, lhe confunde a cabeça…”

Efeitos da crise

agua-para-elefantes_gallery_aEstudante do último ano de veterinária, na universidade de Cornell nos Estados Unidos, perde os pais em um acidente, sob os efeitos da crise de 1929.

O fato provocou uma grande reviravolta na economia americana e na vida do protagonista.

Sem alternativa para manter-se na cidade de Ithaca, pula sobre um trem em movimento e inicia uma aventura sobre o que ele chamou de “grande fera de aço”.

O texto intercala vivências na casa de repouso e lembranças de sua paixão por Marlena, estela do Circo Irmãos Benzini, mulher de August, esquizofrênico e malvado treinador de animais.

As perversidades impostas aos animais e a paixão por Marlena foi determinante para Jacob opor-se a August.

Após a chegada da elefanta Rosie no circo, Jacob resolve colocar o emprego em risco e decide opor-se às atitudes de August.

O livro relata, superficialmente, a experiência de um idoso que perde a mulher vítima de câncer.

Detalha o escabroso tratamento dado aos animais de circo e entremeia atitudes amorosas.

O texto é desprovido de encrencas filosóficas, possui linguagem direta e permite interessantes reflexões.

Sara Gruen

sara-gruen-1Canadense, vive em Illionois nos Estados Unidos com a família, rodeada por animais.

Escreveu outros livros ainda não editados no Brasil.

Referências bibliográficas

Gruen, Sara. 1969 –
Água para elefantes / Sara Gruen [tradução de Anna Olga de Barros Barreto]. – Rio de Janeiro: Sextante, 2007.
Tradução de: Water for elepfants.
ISBN 978-85-99296-158
1.Conto americano. I. Barreto, Anna Olga de Barros. II. Título.
(R)