A aventura de Robert Langdon, para evitar uma catástrofe científica que controlaria o crescimento da humanidade, começa com o envolvimento misterioso, em um hospital, com a doutora Sienna Brooks.

Vítima de um atentado, simulado, e uma amnésia, estimulada, Langdon é usado pelo seu conhecimento cultural e termina perseguido, por um grupo de cientistas e seguranças que tentam resgatá-lo do processo ao qual foi submetido.

A Divina Comédia

A história se desenvolve em torno do poema, A Divina Comédia, escrito por Dante Alighieri e suas simbologias artísticas expostas em museus, igrejas e monumentos europeus.

Um cientista resolve desenvolver um processo escabroso para o controle de natalidade e tenta arrebanhar parceiros com o intuito de convencê-los a aderirem ao projeto.

“…Eu a trouxe até aqui para trabalhar com a senhora. Não tenho dúvidas de que entende que a superpopulação é uma questão de saúde pública. Mas temo que não compreenda que ela vai afetar a própria alma humana. Quando submetidos ao estresse da superpopulação, aqueles que nunca cogitaram roubar se tornarão ladrões para alimentar suas famílias. Aqueles que nunca cogitaram matar se tornarão assassinos para sustentar seus filhos. Todos os pecados mortais retratados por Dante começarão a vir à tona. Avareza, gula, deslealdade, assassinato, etc., todos se espalharão entre a humanidade, amplificados pelo fim de nossos confortos. Estamos enfrentando uma batalha pela própria alma do ser humano.”

Mapa do controle de natalidade

masca-dante-1Na máscara mortuária de Dante Alighieri estava impressa a rota misteriosa que levava, quem a decodificasse, à substância desenvolvida que provocaria o controle do crescimento populacional.

A justificativa para a tentativa da preservação do planeta e a melhoria das condições humanas, no entender do criador da substância, seria a redução da população, já que a maioria dos trabalhos científicos desenvolvidos no mundo visam o aumento da longevidade.

Para ele, a superpopulação do planeta será o fim da existência humana.

Sienna Brooks, amiga do cientista e sabedora do risco, precisava do conhecimento cultural do professor Langdon para ajudá-la a decifra o enigma.

Só assim, alcançaria o objetivo de chegar ao local onde havia sido depositado o componente biológico.

A narrativa envolve uma aventura que migra para vários locais e se apresenta recheada de citações e descrições de obras clássicas que envolvem a história de conhecido Dante Alighieri.

Sinceramente, a publicação se presta a um roteiro de filme de aventura. Muito movimento, próprio para Indiana Jones.

Dan Brown

dan-brown-1Escritor norte-americano que escreveu Fortaleza Digital (1998) Ponto de Impacto, Anjos e Demônios, O Código da Vinci, e o Inferno.

É filho de Constance, musicista profissional, e de Richard G. Brown, professor de matemática.

Os dois foram requisitados a viver no campus por diversos anos, o que levou Dan Brown e seus dois irmãos a serem criados na escola.

Após a graduação na Phillips Exeter em 1982, Brown entrou para o Amherst College, onde foi membro da Fraternidade Psi Upsilon.

Foi à Europa para estudar a História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde dedicou-se aos trabalhos de Leonardo Da Vinci, os quais tiveram importância crucial em um de seus romances.

Referências bibliográficas

o infernoBrown, Dan, 1964-
Inferno [recurso eletrônico] / Dan Brown [tradução de Fernanda Abreu e Fabiano Morais]; São Paulo:
448p.
Editora Arqueiro, 2013.
ISBN 978-85-8041-153-9 (recurso eletrônico)
1. Ficção americana. 2. Livros eletrônicos. I. Abreu, Fernanda. II. Morais, Fabiano. III. Título.
(R)