Reinventando o Meu Mundo
– Wagner Machado

O texto é primoroso! O autor dialoga com o leitor de forma espetacular. Utiliza uma linguagem simples, com frases curtas, bem construídas, com  transparência singular de uma história que requer reflexão a cada ponto.

Não há com seguir adiante sem estancar a pressa de concluir a leitura. Tem-se que, além de ouvir, escutar o mundo de Sophie, calmamente, no seu compasso, do início ao fim do texto e, quando possível, transportar-se para o contexto duradouro e sofrido.

A protagonista conversa com o seu criador e revela a sua busca por uma verdade absoluta, inexistente, talvez… No decorrer do diálogo revelam valores, reconhecem amores e manifestam desejos para um cotidiano transformador.

Ao que parece, ao trilharem nos vários caminhos descobrem que nenhum os levariam ao mundo ideal, sem a serenidade. Que mundo difícil o da Sophie. Transformar o seu contexto seria impossível, aceita-lo, sem alterar seus valores, não valeria à pena.

Sophie decide criar outro caminho…

“(…) eu olho o mundo de diversos ângulos, não me contento de pensar somente no que dizem ser o certo. O correto nós aprendemos por leis e costumes, mas será que não podemos pensar fora dessa caixa para viver o nosso mundo? ”

“ (…) aprendeu que o emocional deve ser superado nas maiores dificuldades. Aprendeu que a maioria das conquistas se faz com muito mais dedicação, que tudo tem seu tempo e que compreender o complicado é torna-lo simples. ”

“ Conhecer a si mesmo é conhecer o seu mundo. Mas conhecer o mundo e não conhecer a si mesmo não levará a nada, a lugar nenhum. ”

Clareza e verdade

Sem sombra de dúvida, o livro tem tudo de bom para o ensinamento de um tema difícil de ser confessado com a clareza que o texto revela. É do tamanho certo.

Ao iniciar essa resenha citei que o texto era primoroso e volto a afirmar, além de primoroso e revelador ele carrega uma coragem peculiar aos grandes escritores. Precisava ser escrito. Veio no tempo certo e de dentro para fora! Como disse Sophie: “Conhecer a si mesmo é conhecer o mundo“.

Apesar de ser o primogênito será o mais impactante de muitos que virão desse jovem e talentoso autor.

A Editora

A Editora Chiado, responsável pela edição, está de parabéns! Não só por escolher o Wagner Machado, mas, também pelo trabalho da sua equipe. A capa é perfeita! Retrata o conteúdo.

Diz a editora: “Um livro vai para além de um objeto. É um encontro entre duas pessoas através da palavra escrita. É esse encontro entre autores e leitores que a Chiado Editora procura todos os dias, trabalhando cada livro com a dedicação de uma obra única e derradeira (…)”

Alerta aos cineastas e roteiristas

O material dá um filme e/ou, sem muito esforço, uma série na Netflix.

Informações bibliográficas

Autor: Wagner Machado
Editora Chiado

Data de publicação: Agosto de 2017
Número de páginas: 124
ISBN: 978-989-52-0335-2
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *